Frota municipal é abandonada por falta de pagamento

por Tania Maria Garabini publicado 15/08/2020 10h41, última modificação 15/08/2020 10h41
Segundo Maicon, veículos estão há mais de um ano em oficinas

Cinco veículos - pertencentes a frota municipal - estão em completo abandono em oficias localizadas em outras cidades, por falta de pagamento. A informação foi dada pelo vereador Maicon Pimentel que semana anterior havia falado de um carro deixado há mais de um ano em uma oficina de Macaé. O mesmo já está reparado, mas não foi retirado porque a prefeitura não pagou o serviço executado.

Para Maicon Pimentel, o descaso da administração para com a frota é visível e mais preocupante. Ele foi informado que há uma van escolar abandonada em uma oficina em Campos, um veículo em Tanguá, outro em Itaperuna e um Voyage, que deveria ser reparado está sendo sucateado e suas peças utilizadas em outros carros. O mesmo está no pátio do barracão.

Lembrou ele, que os carros que chegaram ano passado para integrar a frota eram todos novos e zero quilômetro e atualmente estão bastante danificados. “Além do carinho é preciso ter mais cuidado com esses veículos que são resultado de verbas do município ou de doação, mas esses danos geram custos que poderiam ser utilizados para outras coisas”.

Em aparte, o presidente da Câmara Anselmo Prata informou que, em Campos há dois micro-ônibus deixados para reparo e até hora não foi quitada a dívida de R$ 3 mil pelo conserto e os mesmos estão retidos na empresa que atendeu o serviço.

Quantos aos carros consertados e retidos em outras cidades por falta de pagamento, Maicon Pimentel pediu que a prefeitura honra as dívidas, pois eles fazem falta para o transporte de pacientes em tratamentos médicos ou mesmo de emergência, além de levar e trazer universitários. “Enquanto isso, secretários ficam andando para cima e para baixo, enquanto quem precisa é escolhido a dedo principalmente nesse ano eleitoral.

Dívida com o BB

A dívida que a prefeitura tem para com o Banco do Brasil, por não estar repassando as parcelas descontadas dos servidores que fizeram o empréstimo consignado é de R$ 484 mil. O vereador Maicon Pimentel recebeu a informação da gerencia do banco, que foi dado um prazo de cinco dias para que a prefeitura coloque esse repasse em dia. “É uma pena que estamos falando sobre isso e acredito que vamos falar ainda muito mais até o final de mandato sobre isso.