Anselmo sugere plebiscito para contratação de show em exposição

por Tania Maria Garabini publicado 09/08/2019 15h20, última modificação 09/08/2019 15h20
População poderia escolher entre compras de serviços ou cantores para o evento

O presidente da Câmara, Anselmo Prata sugeriu que a prefeita realize um plebiscito para que a população vote em contratar artistas para se apresentar na exposição agropecuária ou opte por comprar remédios para abastecer a farmácia popular, por exames laboratoriais, reformas de prédios ou construção de casas populares. A sugestão foi formulada durante a última sessão, quando o vereador Albecir Ribeiro informou que a prefeitura enviará um pacote de obras para aprovação na Câmara.

Quanto à contratação de shows artísticos para a exposição agropecuária que acontecerá em setembro, Anselmo sugeriu que se faça um plebiscito público mostrando os valores que serão gastos com a contratação dos artistas e também detalhar o que está faltando no município e a verba necessária para a compra de remédio, de exames médicos, de reformas e até a construção de casas populares. “Isso será usar de transparência e deixar que a população decida se quer um show. Se a maioria quer isso, será bom para o governo que irá governar com a opinião pública, será bom para a Câmara evitando o desgaste dos vereadores que falam desses problemas e também ao MP que está questionando tudo isso”.

Ainda falando sobre o parque de exposição, Anselmo Prata lembrou que foi construído na gestão de Rubens Vicente, todo em eucalipto e na época tinha um banheiro que “agora não estou vendo mais. A placa de inauguração desapareceu assim como a cerca foi sumindo aos poucos, a prefeitura agora retirou tudo”. E questionou o que o governo atual tem contra os passados e relembrou que na gestão de Rubens Vicente foram reformados e conservamos os prédios municipais, o que não acontece na atual gestão.

Quanto ao pacote de suplementação para que sejam feitas as licitações de obras pela prefeitura, Anselmo Prata lembra que todas as obras que serão encaminhadas “já estão contidas nas emendas que foram feitas nessa Casa, mas que foram vetadas pela prefeita. E que ela faça um detalhamento de custos de cada obra e mande o secretario de Obras esclarecerem o orçamento, para evitar atraso na aprovação”. As obras que deverão ser apresentadas referem-se a reformas nas praças da Baixada (com construção de quadra coberta), da Cordeira, Do Alto do Caxanga, Rodagem e Sapecado.

E para a suplementação da licitação de R$ 650 mil para melhorias da iluminação pública Anselmo irá solicitar informações de gastos com o caminhão usados especificamente para atender esse serviço de manutenção, quanto foi pago aos eletricistas e na compra de lâmpadas e reator, para uma comparação de gastos dos dois anos e seis meses de gestão em relação ao valor da licitação.