Anselmo teme uso irregular de recurso do CarapebusPrev

por Tania Maria Garabini publicado 07/07/2020 11h21, última modificação 07/07/2020 11h21
R$ 12 milhões seriam usados no pagamento de servidores

O presidente Anselmo Prata está preocupado com a possibilidade de a prefeita utilizar os R$ 12 milhões de fundo previdenciário do CarapebusPrev para a quitação da folha de pagamento de todos os funcionários do município. Para ele, se isso acontecer será a falência total da entidade previdenciária municipal e o fim da aposentadoria dos servidores concursados.

“Eu prefiro não acreditar que ela fará isso. Mas preciso compartilhar isso com a população, com os servidores, porque se isso acontecer vai ser o fundo do poço. Se hoje temos um atraso no CarapebusPrev de quase R$ 4 milhões e até o final do ano chegará ao dobro, porque o repasse da prefeitura ao instituto gira em torno de R$ 500 mil mês, com o orçamento em queda livre não vai conseguir pagar o que deve” vaticinou Anselmo Prata.

Segundo ele, esse débito em crescimento e a possibilidade da atual administração municipal utilizar os R$ 12 milhões representará o caos financeiro. E que o próximo (a) prefeito (a) arcará uma dívida de R$ 20 milhões somente com o CarapebusPrev. “Estou compartilhando pedindo a todos para que não deixem isso acontecer ou será a gota d’água e o fundo do poço para o município”.