Aprovada indicação de Café da manhã nas escolas e peixe na mesa de carentes

por Tania Maria Garabini publicado 26/09/2019 14h57, última modificação 26/09/2019 14h57
Falta a sanção da prefeita para aplicação da nova indicação

O fornecimento de café da manhã para os estudantes da rede municipal de ensino foi aprovado na última sessão. Logo após a sanção da prefeita, o Executivo deverá fornecer diariamente aos alunos, café, leite, pão com manteiga e biscoito. Café nas escolas, composto de café, leite, pão com manteiga e biscoito. O projeto é uma indicação de autoria dos vereadores Tânia Cabral, Leandro Drummond Esteves e Albecir Ribeiro.

Marquinhos Pacato em visita ao assentamento de Ingazeira foi informado que 90% dos assentados estão comercializando o que produzem para a prefeitura de Macaé. Lembrou que fez um projeto que foi aprovado, mas depende da desburocratização e ser colocado em prática que produtores locais vendam para a prefeitura sua produção. E sugere que a proposta de fornecer o café da manhã nas escolas composto exclusivamente com  produtos feitos pelos assentados.

Ele indaga se os produtores rurais locais não poderiam estar vendendo seus produtos para a prefeitura em lugar de se fazer contrato com empresa de fora. Exemplificando a qualidade dos produtos naturais locais, Marquinho citou que a empresa Vigor, de Silva Jardim adquire o litro de leite in natura de Carapebus a R$ 1,50 e comercializa em sua localidade de origem. E Deuty desmentiu o secretário de Agricultura que informou aos assentados do “25 de Março”, de que a prefeitura comprou um trator, mas o dinheiro está na Câmara. “é  mentira por o dinheiro está na pasta da Agricultura dentro do Orçamento Anual da prefeitura. A Câmara não tem nenhum dinheiro que pertença a agricultura”.