Carapebus terá Câmara Itinerante nesse semestre

por Tania Maria Garabini publicado 13/03/2019 14h30, última modificação 13/03/2019 14h30
Sessões permitirão maior proximidade dos vereadores e a população

Foi aprovado – por unanimidade - na tarde de terça-feira (12) o projeto de resolução que altera o Regimento Interno da Câmara de Vereadores de Carapebus, permitindo a realização de sessão itinerante extraordinária ou ordinária fora das dependências da Casa. O projeto foi aprovado em primeira leitura e deverá ser votado na próxima semana. A proposta da Câmara Itinerante é de autoria da mesa diretora.

De acordo com a presidência da Câmara, mesmo acontecendo fora da sede, as reuniões itinerantes têm a mesma validade das demais sessões. É uma sessão que tem a validade, tem coro suficiente, com os vereadores presentes. Nela serão discutidas as atas das sessões anteriores e requerimentos discutidos e aprovados. “Essa é uma necessidade que a população sempre teve, porque, muitas vezes, por falta de tempo e condição, não poderiam ir até a Câmara nos procurar. Então, estamos invertendo esse papel, assumindo a responsabilidade de nos aproximar ainda mais da população e transparecer ainda mais o nosso trabalho”

O objetivo da Câmara Itinerante é dar oportunidade aos moradores de todos os bairros e distritos carapebuense de apresentar propostas e reivindicações para suas comunidades, além de cobrar ações dos governos. Para a realização do evento, a Câmara Municipal disponibiliza toda a estrutura de uma sessão no local.

Moção de Pesar

Na mesma sessão foram aprovada moção de pesar à família de Lindaura Benigna da Conceição, a agricultura de 91 anos que muito contribuiu com o desenvolvimento da cidade bem como de Léa Ribeiro de Aguiar, que se aposentou como merendeira na escola Tomaz Gomes, onde era uma trabalhadora incansável e exemplo de carinho e atenção para os milhares de alunos que ali passaram durante seu período de trabalho.