DER irá liberar provisoriamente trânsito de veículos leves na ponte da Baixada

por Tania Maria Garabini publicado 26/03/2019 16h25, última modificação 26/03/2019 22h12
Vereadores obtêm garantia de solução rápida para o problema que se arrasta há mais de um ano

A ponte da Baixada, em Carapebus será aberta provisoriamente para a passagem de veículos de passeio e com velocidade controlada, até que se possa fazer uma nova estrutura. A decisão da reabertura caberá ao DER, logo após a verificação do laudo de interdição do local feito pela Secretaria Municipal de Obras, em janeiro de 2018. O paliativo foi anunciado pelo diretor adjunto do Departamento de Estrada e Rodagem (DER RJ), Raul Fanzeres juntamente com o engenheiro do órgão, Feijó durante visita no local, na manhã desta terça-feira (26). A visita técnica foi acompanhada pelo deputado Welbert Rezende e seis vereadores de Carapebus.

A principal medida anunciada deverá acontecer dentro de quinze dias. O laudo será analisado pelos técnicos do DER que farão uma nova visita técnica à ponte para verificar como está a estrutura da cabeceira – que a princípio rebaixou devido a erosão da água – e em seguida fazer pequenos reparos para liberar a passagem, caso seja possível. No parecer prévio do engenheiro Feijó, do DER a ponte não apresenta riscos de queda. “Eu percebi que foi feito uma ‘gambiarra’ no reparo, já que falta uma parede de apoio na base da ponte, e com isso, a cabeceira sofreu erosão devido a água da chuva, mas que já se assentou, estabilizando e, portanto não apresenta risco”.

O  vice presidente do órgão, Raul Fanzeres explicou também que o valor inicialmente licitado (R$ 4 milhões) é inviável de ser pago já que o DER não tem recursos para isso. “Daremos uma solução mais prática até que possamos ter recursos e fazermos outra licitação, já que esse preço está acima do que custa a obra”.  O presidente da Câmara, Anselmo Prata agradeceu ao deputado Welbert e aos membros do DER pela visita técnica. Em dezembro de 2018 os vereadores Anselmo Prata, Deuti, Marcelo Borginho, Wagner Mello, Maicon Pimentel e Marquinho Pacato visitaram o atual presidente do DER, Uruan Cintra de Andrade que se comprometeu a dar continuidade na licitação assim que assumisse. A primeira visita foi em dezembro onde ele falou que ao assumir verificaria se o valor estava correto.

Na segunda visita feita em fevereiro, ele falou das dificuldades orçamentárias do DER em realizar de imediato a obra de construção. Diante dessa dificuldade apresentada pelo DER os seis vereadores fizeram uma sugestão de um reparo e oferecerão como doação, o maquinário necessário para o paliativo. Os vereadores receberam os técnicos do DER nesta terça na ponte e ratificaram a doação do maquinário para contribuir no caso de reparo como medida paliativa.

O deputado Welbert Rezende elogiou a insistência dos vereadores na solução do problema e também aos diretores do DER em verificarem uma ação mais prática, menos onerosa aos cofres públicos e que atendem aos moradores de Carapebus. “Eu só tenho que elogiar ao governador Witzel e seu secretariado que têm tido boa vontade em resolver os problemas, na presteza e rapidez em apresentar soluções”. E assegurou que irá aprovar recursos para o DER para que possa desenvolver as obras necessárias que vem sendo solicitadas não somente em Carapebus como em outras cidades do estado. “O esforço e rapidez em oferecer soluções está sendo uma marca do governo Wetzel. Ele está prestigiando nosso trabalho e também dos vereadores de Carapebus que estão lutando pelas melhorias na cidade”, finalizou.