Deuty pede esclarecimentos sobre gastos com iluminação pública

por Tania Maria Garabini publicado 08/08/2019 09h53, última modificação 08/08/2019 09h53
Vereador alerta para o excesso de lâmpadas acesas em secretarias

O vereador Luciano Sardinha Carvalho (Deuty) falou do excesso de gastos que a prefeitura apresenta com a iluminação pública e quer esclarecimentos sobre a licitação para o setor no valor de R$ 650 mil. Segundo ele, as secretarias mantêm todas as luzes acessas, nos períodos fora do expediente, aos finais de semana e mesmo no feriado gerando um gasto mensal no valor de R$ 150 mil.

“99% das secretarias tem desperdício. Sei que a Guarda Municipal fica responsável por apagar as luzes, mas a responsabilidade é do secretário que sai mas não pede para se fazer isso”. Deuty sugeriu um convênio com o Banco do Brasil para instalação de lâmpadas de Led em todas as ruas da cidade. “Quissamã já tem esse sistema, só Carapebus que não tem”.

E indagou – Será que somos milionários?. A licitação de Carapebus é de R$ 650 mil. Quissamã gastou - em um ano - R$ 1.598 mil para implantar a iluminação de Led. Fazendo as contas, Carapebus gastou nos últimos seis meses R$ 108 mil/mês com iluminação pública”. Atualmente o município arrecada R$ 72 mil desse setor. A economia - implantando a iluminação de led - será muito maior do que a licitação para terceirizar a mão de obra de manutenção da iluminação. E sugere que na licitação, a compra de lâmpadas comuns seja trocada pelas de Led.