Deuty pede urgência no reparo da estrada da fazenda São Lazaro

por Tania Maria Garabini publicado 21/07/2019 10h37, última modificação 21/07/2019 10h37
Estrada é acesso para centenas de moradores da região

A recuperação da estrada da fazenda São Lazaro será pedida através de indicação feito pelo vereador Luciano Sardinha (Deuty) junto com os demais cinco colegas de Casa à Prefeitura e o ICMBio, já que esse órgão poderá interromper o acesso ao mar pela via, devido às quebras de manilhas e aterramento irregular da estrada, causando obstrução no canal e engrossando o volume de água que alaga o balneário.

Na conversa com o diretor do parque de Jurubatiba, Deuty e os demais vereadores foram informados que, há três anos, o órgão solicitou à prefeitura de Carapebus um projeto para a ponte no local, caso tivesse interesse em permanecer o acesso aberto aos moradores, mas nunca houve retorno por parte do Executivo. Na semana em que a prefeita assumiu o cargo, ela juntamente com uma comitiva de secretários e representantes do parque visitou todas as pontes da cidade para conhecer a realidade local e traçar projetos para sua recuperação, o que não aconteceu até hoje.

Para a ponte do Imbiú ficou acertado uma parceria entre as prefeituras de Quissamã e Carapebus para a elevação da ponte, permitindo o passeio turístico entre a Lagoa Feia até a de Jurubatiba, em Macaé. A do Cachanga receberia um reparo, assim como na passagem da fazenda São Lázaro. Segundo palavras de Marcelo Pessanha, chefe do parque, a prefeita “nunca mais me procurou”.

Ausência federal

Deuty ao falar sobre a participação de políticos estaduais e federais nas sessões e audiências públicas realizadas lamentou a ausência principalmente dos federais e salientou, que “é nesses momentos que se vê quem realmente é amigo da cidade, já que só comparecem no município em período eleitoral, já que todos os eleitos com votos da população apenas os três estiveram no evento”.

Solicitou a união dos deputados estaduais junto aos federais e órgãos públicos para que dêem manutenção diária à Praia e não apenas no período de Verão. “Nesses trinta meses de governo, já foram recebidos quase R$ 100 milhões em royalties e nos últimos dez anos, olharam muito para shows na praia, mas esqueceram o saneamento ou de fazer a estação de tratamento”.

Salientou que não adianta os vereadores fazerem emendas e pedir junto aos deputados por obras, se a prefeitura não executar. “Para o orçamento de 2019 fizemos emenda para que fossem instalados pier – um na ponte do Cachaanga e outro na Lagoa – e o Executivo não olha para esse lado. Fizemos emendas para o saneamento daqui e agora não veio um representante sequer do governo”.