Fornecimento de água é comprometido com política

por Tania Maria Garabini publicado 23/11/2019 16h08, última modificação 23/11/2019 16h08
Vereadores reclamam de atendimento somente para possíveis eleitores

O vereador Wagner Melo afirmou que a administração municipal vem fazendo entrega de água potável apenas aos possíveis eleitores. Wagner indaga até quando haverá pessoas no governo fazendo esse tipo de politicagem. “Se ele faz isso é porque tem aval de superior. “Eles têm a máquina do governo na mão, mas quem tem que nos ajudar a acordar desse pesadelo é a população. Eu andei debaixo de sol para ajudar a eleger a esse governo, porque acreditei que haveria uma mudança, do reconstruir Carapebus. Mas a gente só tem uma maneira de modificar isso. É dar uma resposta nas urnas”.

Já o vereador Deuty reclamou da falta de tratamento de esgoto no Parque de Jurubatiba e na Praia. Em visita com o comando da polícia militar no parque, Deuty e comitiva verificaram o sério problema de lixo nas margens, além do esgoto na região da Lagoa. O vereador Wagner Melo lembrou que a prefeitura nem precisa passar pela Câmara – para aprovação, já que está no plano de governo – a reforma do centro de tratamento de esgoto e as piscinas de recepção dos dejetos.

Deuty comentou que esteve com a deputada Federal Soraya Santos que conseguiu uma verba de R$ 6 milhões para a área de saneamento básico, isso há dois anos mas que não poder[a chegar essa verba já que a prefeitura não paga suas contas e está negativada junto ao CAUC (é um serviço que disponibiliza informações acerca da situação de cumprimento de requisitos fiscais por parte dos municípios, dos estados, do Distrito Federal e de organizações da sociedade civil (OSC), necessários à celebração de instrumentos para transferência de recursos do governo federal.).E sugeriu que com a entrada de R$ 22 milhões oriundos dos royalties seja utilizados para o tratamento de esgoto na cidade.