Vereadores pedem abono salarial para servidor da Prefeitura

por Tania Maria Garabini publicado 09/12/2019 12h07, última modificação 09/12/2019 12h07
Votação foi unânime e depende agora de a prefeita cumprir o pedido

Na sessão do dia 05 de dezembro, o vereador Wagner Mello apresentou verbalmente o pedido para que a prefeita conceda um abono de R$ 800,00 para todos os servidores da Prefeitura – concursados e contratados – ainda em dezembro, a exemplo da Mesa Diretora da Câmara que concedeu um abono de R$ 300,00. O pedido foi endossado por todos os oito vereadores presentes e aprovado por unanimidade.

Wagner Mello ao fazer uso da palavra salientou “quando nos unimos para fazer diferença dentro dessa Casa, nós tínhamos esse compromisso de organizar e enxugar para dar condições melhor a nossos funcionários e a população que aqui vier”. Após essa fala, Wagner Mello apresentou a indicação para que a prefeita conceda abono de Natal para os servidores do município, a exemplo das demais prefeituras circunvizinhas. Comentou que a prefeitura já acumulou um superávit de R$ 57 milhões nos últimos três anos. “Não é possível que os servidores ficarão mais um ano sem abono de Natal”.

Maicon Pimentel cumprimentou a Mesa Diretora e aos demais colegas pela aprovação do abono para os servidores administrativos da Câmara, lembrando que nunca havia sido feito concedido esse benefício. Comentou que as prefeituras nas redondezas concederam abono para seus servidores, mas Carapebus não o fez “mesmo com um orçamento milionário e pelo que estou vendo vai passar em branco até o pagamento”.

Luciano Sardinha (Deuty) ao parabenizar a Mesa Diretora pelo abono concedido, pediu aos servidores da Câmara para que gastem o dinheiro do abono com o comércio local, porque “nossos comerciantes estão desmotivados. A prefeitura não compra nada em nosso comércio”.

O presidente da Câmara, Anselmo Prata sentiu-se feliz e honrado por estar contemplando o abono de Natal para os servidores da Casa. Agradeceu a todos os vereadores que votaram pelo abono. Salientou que sempre paga antecipada o salário dos servidores, que também tiveram aumento salarial ainda este ano. “A gente torce muito para que sua indicação Waguinho seja contemplada e se torne uma realidade”. Ele pede que o município paga os salários bem como o 13º salário. “O último pessoal que recebeu foi com quase 30 dias de atraso. Isso é muito preocupante, porque salário é sagrado. É dignidade de todos nós. É nosso emprego, nosso trabalho. A condição para colocar comida dentro de casa”. E ao final lembrou que a saúde básica é o carro chefe de qualquer governo e evita que se tenha gasto com média e alta complexidade. E para que a administração municipal priorize o serviço básico.