Vereadores propõem Vale Alimentação para servidores da Câmara

por Tania Maria Garabini publicado 22/08/2019 14h07, última modificação 22/08/2019 14h07
Projeto está para ser analisado para posterior votação

A criação de Vale Alimentação a ser fornecido para os servidores do Legislativo carapebuense foi proposta pela mesa diretora e lido na última sessão. O projeto de lei será encaminhado para leitura e parecer das comissões existentes na Câmara de Vereadores. Ainda na sessão foram lidos os projetos de lei que dispõe sobre alteração de denominação da Rua Antônio Cesar Ferreira para Rua José Vasconcelos e a Beira Mar para Antônio César Ferreira.

Votou-se – por unanimidade – a favor da alteração do regimento interno da Câmara. Os vereadores aprovaram ainda a indicação que solicita à administração municipal a equoterapia, como parte de reabilitação e reeducação de pacientes que necessitem atenção especial da Saúde. E por fim, uma moção de aplauso indicado pelo vereador Wagner Melo.

Vale Alimentação

Quanto a criação do Vale Alimentação, o presidente da Casa, Anselmo Prata lembrou que é de suma importância tanto para o servidor da Câmara quanto para a cidade.  Ele salientou que nem vereador ou mesmo assessor parlamentar terá direito a esse benefício que atenderá apenas aos servidores administrativos. “Esse trabalhador cumpre uma carga horária e precisa se alimentar condizentemente”.

Para o comerciante, relembra o presidente Anselmo Prata, o tiquete alimentação permitirá a circulação de recursos, já que no projeto de lei determina que, o vale só poderá ser utilizado no comércio local. “É uma forma de estar ajudar o empresariado”. Todas as compras de insumo, prestação de serviço e licitações são realizada apenas com empresas de Carapebus.  Recentemente, a Mesa Diretora publicou edital convidando os empresários a participar das licitações e editais de compra e serviço.