Atraso no repasse de pagamento de consignado é averiguado

por Tania Maria Garabini publicado 05/08/2020 16h15, última modificação 05/08/2020 18h19
Banco do Brasil deve informar meses de atraso e de valores

O Banco do Brasil não vem recebendo as parcelas pagas pelo crédito consignado solicitado por servidores concursados. O repasse que deveria ser feito pela prefeitura não está ocorrendo e com isso, novos empréstimos são negados aos solicitantes, mesmo que os valores das parcelas estejam sendo descontados de seus vencimentos. O que caracteriza apropriação indébita de dinheiro por parte da prefeitura está causando sérios problemas para aqueles que contraíram dívidas bancárias por solicitar o crédito consignado. A informação foi divulgada pelo vereador Maicon Pimentel baseado na reclamação de um servidor concursado da prefeitura de Carapebus.

O vereador solicitou que os demais colegas assinem requerimento encaminhado à gerencia do banco do Brasil para a confirmação dessa informação recebida, bem como dos meses e os valores que não foram estornados ao banco, mas que teriam sido descontados da folha de pagamento de cada servidor. “Parece que a prefeitura desconta do servidor, mas não repassa para o banco. Irei apurar corretamente, já que aprovamos esse projeto de lei que permite a prorrogação do pagamento da dívida” salientou Maicon Pimentel.

Em aparte o vereador Marcelo Borginho relatou que esteve em contato com o gerente de contas governamentais e o mesmo confirmou a informação de que a prefeitura não vem repassando os valores das parcelas do empréstimo para a entidade bancária, apesar de estar descontando em folha daqueles que realizaram o empréstimo. Relatou que um servidor com 23 anos de serviço foi ao Banco do Brasil solicitar um crédito consignado, devido ao atraso em seus vencimentos e recebeu uma negativa sob a alegação que a prefeitura está em débito com o banco.